Ela

Posted: Dezembro 26, 2009 in Uncategorized

Relembro ela com sua pele macia, com seu  gosto de hortelã com uma pitada de canela. Relembro ela com seu sorriso escancarado, seu olhar de lado, e seu ar de imposição, me ordenando que eu a amasse. E eu a amei. Cada segundo da minha modesta vida. Intensa para ela, só para ela. Eu a seduzi, eu a tive, eu a possui. Tive seu corpo limpo, suave e sereno, as curvas mais perfeitas, o desenho mais   bem feito, a  obra prima  do meu eu-escultor. Aquela que eu queria pra sempre, mas  que por obra de outros escultores foi remodelada. Teve que ir. Minha vida está tentando se renovar. Breve  quero estar de caras novas. O sedu tor frustrado,  necessita de seu gozo. Necessita daquela cor. Daquela princesa com que olhar mais lindo, nunca vira.

( Van Sirilank)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s